Clone Troopers: Os soldados da República

E se você pudesse fazer um exército de clones seus? Os clone troopers foram usados pela República à serviço da Ordem Jedi durante as Guerras Clônicas


Usado como modelo original, Jango Fett era um caçador de recompensas Mandaloriano. Ele foi contratado por Darth Tyranus – Conde Dookan – para ser o modelo dos clones. Como o próprio Jango diz a Obi-Wan “Fui contratado por um homem chamado Tyranus numa das ruas de Bogden.”

O Mestre Jedi Zaifo-Vias – melhor amigo de Dookan quando este ainda era Jedi – foi quem deu início ao projeto de clonagem, quando ele previu a Guerra que desolaria a galáxia. O conselho Jedi não aprovou, mas ele contatou os Kaminoanos em segredo. Acabou morrendo na lua de Oba Diah, quando Dookan contratou o sindicato Pyke para assassina-lo. A partir disso, Dookan e Sidious assumiram o projeto contratando Jango como modelo genético.

Os clones só obedeceram à Ordem 66 por conta de um chip posto neles que os obrigava a executa-la. Alguns clones, como Rex, conseguiram retirar o chip ao descobrirem.

Após o fim das Guerras Clônicas, os primeiros Stormtroopers foram clones, porém, como o gasto para criar mais unidades era alto, o Imperador decidiu despacha-los, dando aposentadoria a eles e convocando pessoas normais para assumirem como soldados.

Os clones tinham habilidades de combate e tiro notáveis, dado o seu modelo genético ser um caçador de recompensas ex-Mandaloriano.

O processo de crescimento era acelerado, fazendo eles atingirem a idade adulta em até 5 anos. Boba Fett foi um clone inalterado sem processo acelerado, sendo uma cópia genuína e autêntica de Jango em todos os aspectos, feito a pedido do mesmo que queria ter um filho.

CURIOSIDADE: Inicialmente, o chip da Ordem 66 seria um chip que impediria os clones de obedecer a quaisquer ordens traiçoeiras; ideia de Zaifo-Vias e subvertida à Ordem 66 que conhecemos graças a Dookan e Sidious.

Não se esqueça de conferir nossos vídeos sobre o Universo Expandido no canal CLICANDO AQUI. Inscreva-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *